quinta-feira, 1 de abril de 2010

É tarde triste e manhã sem rosto
Feliz é o sol que se esconde dos outros
E outros que se escondam de si
Pela noite instruída a não se expor
Cuidam de rosas extintas no pé
Abrem portas que pelo lado de fora
Contam estrelas sem saber para que.


W.Borba
Recife, 01 de Abril de 2010

2 comentários:

ll:::Poeta Sem Futuro:::ll disse...

Cara, eu não tenho PALAVRAS pra tua poesia! Parabéns!! =)

Seu Vavá disse...

Valeu... obrigado pelas palavras sem palavras... hehehehe...

PERDIDO EM MEU MUNDO

Aqui, eu e meu mundo. Perdido e procurando respostas pras coisas que por muitas vezes não se questionam. Sou um simples jovem, metido a fazer versos do Recife. Cidade que traz a beleza das obras e virtudes de outrora e escancara a miséria e desumanidade. O que eu busco é encontrar a beleza em tudo que se faz presente no universo, nada para mim é completamente sujo que não se possa ver o seu núcleo, a sua essência. O ser humano é belo... é ímpar, tanto na capacidade de amar quanto na qualidade destrutiva. Mas é a beleza do ser que eu procuro, e é por ela que hoje me encontro PERDIDO EM MEU MUNDO. Meu mundo pode não ser um bom lugar pra se viver, mas com certeza é um ótimo lugar para apreciar a vida. Venha quem quiser, meus braços e minhas letras estão estendidas para a vida.